Governador decreta situação de emergência em quatro municípios por conta da chuva

 Alexia Schumacker/CAFM
Alexia Schumacker/CAFM

O governador Mauro Mendes reconheceu situação de emergência, em quatro municípios de Mato Grosso, por conta dos estragos causados pelas chuvas intensas.

A homologação dos decretos foi publica no Diário Oficial do Estado (DOE), que circula nesta quarta-feira (12).

O município de Nova Bandeirantes (a 997 quilômetros de Cuiabá) decretou situação de emergência em 15 de janeiro deste ano. De acordo com o prefeito Valdir Pereira, as fortes chuvas estão causaram destruição de estradas, pontes e bueiros, provocando alagamentos, e em consequência obstruindo as rodovias municipais devidos a atoleiros.

Houve também deslizamentos, interditando estradas em função de grande quantidade de lama e água, o que causa isolamento de comunidades, com sérios transtornos e colocando a população em risco.

Com isso, os moradores encontram dificuldades no transporte de estudantes e pacientes para as unidades de referência na sede do Município, além da perda de produtos agrícolas e morte de gado ao ser transportado para o abate.

Já em Cáceres (a 219 km de Cuiabá), o decreto foi publicado no dia 20 de dezembro do ano passado, por conta das áreas afetadas em um vendaval. Em 17 de dezembro a Prefeitura de Tapurah (a 429 km de Cuiabá) decretou situação de emergência por conta das áreas afetadas pelas chuvas intensas.

Em Barra do Bugres (a 165 km de Cuiabá), o decreto foi feito no dia 27 de novembro por conta da situação das pontes sobre o rio Sepotuba e Juba. Os decretos são válidos por 180 dias ininterruptos a vigência, contados a partir da caracterização do desastre, sendo vedada a prorrogação do prazo.

 

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA