Curso de informática auxilia jovens rurais na administração da propriedade familiar

Curso de informática auxilia jovens rurais na administração da propriedade familiar 1
O curso de informática capacitou 127 alunos – Foto por: Extensionista | Empaer

No encerramento do Curso de Capacitação em Noções de Informática para jovens rurais, no município de Acorizal (62 km ao Norte de Cuiabá), foram entregues 127 certificados.

O técnico em agropecuária da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e monitor do curso, Carlos Henrique Reis, fala que a capacitação ensinou os filhos de produtores a operar o computador como ferramenta para auxiliar a administração da propriedade rural. O curso teve duração de 30 dias e contou com a participação de pessoas com idades entre 14 e 54 anos.

O curso, com duração de 40 horas, ensinou a ligar a máquina e utilizar o sistema operacional. Segundo Carlos, o objetivo foi promover a qualificação desse público para que eles usem o conhecimento na vida profissional e em atividades do dia a dia. A capacitação foi realizada no laboratório da Escola Estadual Pio Machado.

“Tivemos a participação de 65% do público da área rural e 35% da urbana. Esse foi o primeiro módulo e já estamos programando o segundo que será sobre a economia rural e administração das propriedades”, esclarece.

O segundo módulo contará com apenas 20 vagas e será realizado em 2020. Ele explica que nesta capacitação percebeu a inabilidade no uso da tecnologia pelos moradores rurais e o desejo de aprender a usar um computador. O curso promoveu a inclusão desses jovens na era digital, ensinando-os a operar o programa LibreOffice, fazer planilha eletrônica e inser dados sobre as atividades das propriedades rurais.

O jovem rural Pedro Paulo Teobaldo Ribeiro (17), da Comunidade Guanandi, trabalha com o seu pai Ernesto Teobaldo de Assis Filho, no sítio Cantinho do Céu. Numa área de 14 hectares, pai e filho cultivam limão, banana da terra, quiabo, melancia, melão caipira e mandioca, também criam gado de leite e outros.

Pedro recebeu o certificado e comentou que o curso de informática abriu um leque de oportunidades e possibilitou maior controle de entrada e saída do dinheiro em sua propriedade. “O curso trouxe inovação e tecnologia atual dos grandes centros para os jovens do campo”, enfatiza Pedro.

Conforme Carlos Reis, a realidade no campo ainda é o uso da caderneta manual, onde os agricultores e suas famílias anotam desde a compra e venda até a produção, a produtividade, as perdas, o lucro e outros.

Com a finalização do curso, a expectativa é de que os participantes estarão utilizando ferramentas da computação para armazenar toda parte contábil da atividade executada na área rural.

O coordenador regional da Empaer, Vico Capistrano Alencar, participou da entrega dos certificados e comentou que o curso foi promovido pela Empaer em parceria com a Escola Estadual Pio Machado. Ele destaca que novos cursos serão realizados no próximo ano.

Rosana Persona | Empaer | MT

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA