Deputado de MT defende que valor da verba indenizatória seja definido por produtividade

foto:G1
foto:G1

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) defendeu, nesta quarta-feira (22), que o valor da verba indenizatória paga aos parlamentares seja definido pela produtividade de cada um. O parlamentar foi entrevistado no quadro Papo das 6h, do Bom Dia MT.

“Sou a favor da prestação de contas e que cada deputado ganhe por produtividade. E é importante que a população acompanhe o que cada deputado tem feito, se ele está andando nos municípios, porque precisa de condições para fazer isso”, declarou.

Ao todo, um deputado estadual pode custar R$ 94 mil por mês contabilizando salário, verba indenizatória e ajuda de custo, além de ter direito a carros, combustível e passagens áreas e de ônibus.

Atualmente o valor da verba indenizatória é de R$ 65 mil e é considerada a maior do país.

Tramita na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), um projeto que prevê a redução da verba.

“Defendo que o deputado tenha uma estrutura para fazer um bom mandato e realmente seja um deputado atuante. A ALMT tem que dar condições para o deputado trabalhar e não ser um deputado virtual, de rede social, mas ir in loco e reconhecer as realidades dos municípios”, completou.

G1

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA