Para Dodge, Pezão assumiu comando do esquema de propina no Rio

untitledA procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse nesta quinta-feira (29/11) que a organização criminosa investigada pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro continuou atuando, após as várias prisões ocorridas no estado.

Segundo a procuradora, houve uma sucessão no comando dos crimes de corrupção, principalmente lavagem de dinheiro, e esta nova forma é alvo da operação Boca de Lobo, desencadeada na manhã desta quinta, que prendeu o governador do estado, Luiz Fernando Pezão.

Durante entrevista coletiva, Dodge destacou que as medidas cautelares foram adotadas para aprofundar as investigações e, principalmente, localizar as verbas. “Medidas de sequestro de bens são necessárias para haja, em tempo oportuno, o devido ressarcimento dos danos. O dinheiro desviado por ato de corrupção precisa retornar aos cofres públicos”, observou.

Jornalista: Ingred Suhet

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA