Rondonópolis decreta luto e políticos de MT lamentam perda

9ad50dfd591eee75be8be8e203d65d21O prefeito de Rondonópolis Zé Carlos do Pátio (SDD) decretou luto oficial de três dias nesta quinta-feira (10), pela morte do ex-deputado estadual e ex-prefeito da cidade, J. Barreto (PR), em um grave acidente na BR-364, em Jaciara (140 km de Cuiabá). A manhã de hoje foi marcada por homenagens ao ex-parlamentar.

Um dos que se manifestaram foi o governador Pedro Taques (PSDB), por meio do Gabinete de Comunicação do Estado.  “J. Barreto foi uma das principais lideranças na região Sul do Estado, especialmente em Rondonópolis. É com pesar que recebo essa notícia e estamos à disposição da família para o que for necessário”, disse o governador.

Agente de tributos da Secretaria de Estado de Fazenda, J. Barreto tinha 69 anos e também foi prefeito de Rondonópolis.

Além dele, morreu seu cunhado, Ailton Pereira dos Santos, que dirigia o Jeep Renegade branco atingido por um caminhhão. Os dois ficaram presos às ferragens e morreram ainda no local do acidente.

De acordo com a concessionária Rota do Oeste, que administra a rodovia, o acidente envolveu três carretas – duas carregadas com óleo vegetal e uma com soja -, três utilitários e três veículos de passeio.O corpo do ex-prefeito foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Rondonópolis e será velado na Câmara Municipal.

Política em luto

“Em nome do povo de Rondonópolis, externamos o sentimento de paz, fé e resignação à família do ex-prefeito pelo seu falecimento”, declarou Zé Carlos do Pátio, por meio de nota.

“J. Barreto dedicou toda sua vida à causa política, se posicionando como uma figura pública ideológica e representativa em Mato Grosso. Hoje perdemos um personagem fundamental para a construção da nossa região, que também usou toda sua expertise durante o período que governou o município de Rondonópolis, além de explorar seu lado jornalístico como radialista esportivo.

Com uma trajetória admirável, Barreto será profundamente lembrado por sua extensa contribuição para a história do nosso estado, como alguém que acreditou até o fim nos valores que um agente político possui entre as comunidades, como um interlocutor social que sempre prezou pelas camadas mais frágeis da sociedade”, afirmou o gestor.

Já a deputada estadual Janaína Riva (MDB) postou uma foto em seu Instagram em que aparece ao lado e Barreto e do namorado. No texto, ela lamenta a perda do amigo.

“Nosso amigo e torcedor do União, hoje eu te abracei [ontem], conversamos e nos despedimos como se fosse só mais um dia comum, cheio de compromissos e trabalho. Não consigo acreditar que você tenha partido assim, tão repentinamente. Vai com Deus amigo e tio Barreto, sentiremos a sua falta sempre”, disse a deputada.

Já o deputado Guilherme Maluf (PSDB) também usou a rede social para falar de Barreto, com quem ele esteve reunido na Assembleia Legislativa na tarde desta quarta-feira, horas antes do acidente.

“É com muita tristeza que recebemos a notícia da morte do ex-deputado Jota Barreto. Tive a honra de legislar ao seu lado, ele sempre em defesa da região Sul, lugar pelo qual dedicou toda sua carreira política. Estivemos juntos hoje em meu gabinete. Que tristeza. Meus sentimentos à sua família e a todos os amigos. Meus sentimentos também aos familiares e amigos do servidor da Assembleia Legislativa, nosso popular Ita, cunhado do Jota Barreto”, publicou.

Por meio de nota, o senador Wellington Fagundes também lamentou a morte do ex-deputado e de Ailton Pereira, que era primo dele.

“É com muita tristeza que me manifesto sobre o falecimento de Hermínio J. Barreto e de Ailton Pereira dos Santos, o Ita, meu primo. Mais que um político, com mandatos de vereador, prefeito e deputado estadual, eu e J. Barreto éramos amigos desde muito jovens, em Rondonópolis; mais que um radialista esportivo alegre e laureado, conservávamos laços próximos e familiares” disse.

“Somente quem teve o privilégio da convivência com Hermínio Barreto e com Ita, que era um grande ser humano, de muito respeito e querido em nossa cidade, pode compreender a extensão e a dimensão da dor dessa terrível perda, ocorrida de forma tão trágica. Que Deus possa confortar a todos nós neste momento”, lamentou.

O deputado estadual Baiano Filho ressaltou que teve a honra de atuar nos anos de 2011 a 2014 ao lado de Barreto.

“Lamentamos profundamente a perda do nosso amigo e companheiro de parlamento J. Barreto, com quem tivemos a honra de atuar no mandato 2011 a 2014. Dono de um importante histórico politico, detentor de um legado de muito trabalho por Rondonópolis e por toda a região Sul, amanhecemos hoje com a triste noticia de seu falecimento, certamente uma perda que nos causa muita dor. Barreto nos deixa de premeturamente”, disse.

Histórico

Natural de Mato Grosso do Sul. Jota Barreto mudou-se para o Estado e se tornou uma figura bastante conhecida na imprensa – foi radialista – e na política mato-grossense.Além de ex-deputado estadual, ele foi vereador e prefeito de Rondonópolis entre os anos de 1989 e 1992.

JAD LARANJEIRA DA REDAÇÃO

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA