Neymar chega em Paris para iniciar treinamento com bola

3kcfgphtyz5luzb7qtdhi7h1vO atacante Neymar desembarcou em Paris , na França, nesta sexta-feira para continuar o tratamento da fratura do seu pé direito, sofrida no dia 25 de fevereiro durante uma partida entre PSG e Olympique de Marseille, pelo Campeonato Francês , quando jogador fraturou o quinto metatarso do pé direito.

Neymar é jogador do PSG, mas seu nome é especulado no Real Madrid

Neymar  aterrissou no aeroporto Le Bourget depois de passar dois meses no Brasil, onde passou por uma cirurgia em Belo Horizonte e se recuperou em sua casa em Mangaratiba, no Rio de Janeiro.

Na França, Neymar irá intensificar o trabalho de recuperação para estar 100% na Copa do Mundo, na Rússia. A seleção brasileira fará sua estreia no dia 17 de junho contra a Suíça.

O volta para Paris foi uma determinação do PSG, que quer acompanhar de perto a fase final da sua recuperação. O jogador estrá sendo acompanhado pelo preparador físico Ricardo Rosa e pelo fisioterapeuta Rafael Martini. Ambos são funcionários do clube francês.

De volta à cidade, o atacante deve retornar aos estádios no dia 8 de maio, mas apenas irá acompanhar a partida das arquibancadas. Na terça-feira, o Paris Saint-Germain encara o Les Harbies, da terceira divisão, no estádio Saint-Denis pela final da Copa da França.

Assim, restariam dois jogos até o final da temporada e a apresentação para iniciar a preparação para a Copa do Mundo. Dia 12 de maio, o PSG enfrenta o Rennes e 19 de maio, duela contra o Caen. Nesta última partida, Neymar deve ficar, pelo menos, no banco de reservas.

A diretoria do clube também espera que Neymar esteja presente no jantar de encerramento da temporada, no dia 14 de maio. A presença de todos os atletas do time é fundamental, já que a cirimônia conta com a presença de patrocinadores do PSG.

A lesão

Neymar machuca o pé pelo PSG

O atacante brasileiro se machucou na vitória por 3 a 0 do  PSG  sobre o Olympique de Marselha pelo  Campeonato Francês . Ele torceu o tornozelo sozinho, aos 34 minutos do segundo tempo, quando o time da casa já vencia o clássico por três gols de diferença.

 O treinador Unai Emery e o dono do PSG, Nasser Al-Khelaifi, demonstraram bastante preocupação no momento da lesão e após o jogo.  Neymar  foi um dos destaques dentro de campo durante a partida, participando ativamente do segundo tento e dando assistência para Cavani marcar o terceiro e fechar o placar.

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA