Ex-presidiário é morto a tiros quando rezava em igreja Batista

untitledOs bandidos não preservam nem mesmo as igrejas, quando pretendem tirar a vida de uma pessoa, mesmo que esta seja figurinha carimbada nos anais da polícia, com várias passagens e tenha o passaporte de ex-presidiário.

Foi o que aconteceu na cidade de Arenápolis, na noite desta quarta-feira. Marginais invadiram a Igreja Batista Nacional, localizada na cidade e mataram o ex-presidiário Jaílson Alves de Souza, 43 anos. Ele estava ali rezando e não percebeu a chegada do desafeto que lhe deu vários tiros.

Segundo testemunhas que estavam na igreja, Jailson estava no local rezando, quando um homem entrou sem tirar o capacete, se aproximou da vítima e efetuou dois tiros no homem que nada pode fazer para se defender. Em seguido deixou o local calmamente, como se nada tivesse acontecido, tomando rumo ignorado com o comparsa que o esperava na porta da igreja.

Jaílson deixou a prisão em dezembro do ano passado, após cumprir pena por homicídio, furto e roubo. Acionada, a Polícia Militar fez rondas pela região, mas não encontrou nenhum dos bandidos. O caso é investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

24 HORASNEWS

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA