Carnaval do Rio terá bafômetro para fiscalizar motoristas de carro alegórico

untitledPoliciais investigam local do acidente com carro alegórico da escola de samba Paraíso do Tuiuti, no carnaval passadoFernando Frazão/Agência Brasil

A medida faz parte dos esforços para aumentar a segurança no carnaval do Rio, um ano depois de um carro alegórico ter atropelado pessoas na concentração do sambódromo e outro ter desabado durante o desfile.

“Vamos colocar a nossa Guarda Municipal para verificar se não temos motoristas de carros alegóricos, que são carros difíceis de serem controlados, com qualquer teor alcoólico”, disse o prefeito. “Se beber, não vai poder dirigir”.

O prefeito afirmou que estará na Marquês de Sapucaí para os desfiles, mas disse que não vai para sambar: “Estarei [na Marquês de Sapucaí]. Vou lá, não para sambar, vou para verificar”.

Nos desfiles do ano passado, um carro alegórico da escola de samba Paraíso do Tuiuti atropelou 20 pessoas que estavam na concentração do sambódromo, imprensando-as contra a grade de proteção. Uma pessoa morreu. No segundo dia de desfiles, 12 pessoas se feriram quando parte de um carro da Unidos da Tijuca desabou.

Na semana passada, engenheiros do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RJ) fizeram um balanço da fiscalização nos barracões das 13 escolas do grupo especial, na Cidade do Samba, conferindo as providências adotadas para evitar novos acidentes.

24 horasnews

 

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA