Arquivado inquérito civil sobre suposta contaminação de solo na ANP

untitled

A Polícia Federal recebeu ofício da Procuradoria da República no Distrito Federal sobre o arquivou de um inquérito civil instaurado para apurar suposta contaminação do solo por resíduos de chumbo na área dos estandes da Academia Nacional de Polícia (ANP), no Distrito Federal.

A apuração do Ministério Público demonstrou que, além de não existir contaminação, a ANP desenvolve medidas para evitar quaisquer riscos às camadas profundas do solo e de corpos d’água.

O inquérito civil havia sido aberto pelo Ministério Público Federal em 2014 depois da divulgação de uma suposta contaminação do solo da ANP. Foram realizadas avaliações técnicas que constataram índices de chumbo e outros metais pesados dentro dos padrões adequados, o que não oferece riscos à saúde humana.

Para fundamentar o arquivamento, o MPF destacou que a “Academia Nacional de Polícia, de maneira exemplar, já demonstrou a elogiável intenção de proceder a todas as adequações necessárias para prevenir a contaminação do solo profundo da área dos estandes de tiros e dos corpos hídricos da região”.

Citou-se também o fato da ANP ter adotado “providências imediatas”, como realização de reuniões com peritos ambientais, policiais responsáveis pelo serviço de armamento e tiro e técnicos do Instituto Brasília Ambiental.

Dessa forma, em continuidade às medidas de proteção ambiental que já vinham sendo tomadas para evitar a contaminação do solo e das águas nos estandes desta Escola de Governo, somaram-se outras providências para tornar ainda mais eficiente a proteção ao meio ambiente em suas atividades de formação e aperfeiçoamento de profissionais da segurança pública.

Comunicação Social da Academia Nacional de Polícia/DF
61 2024-8808

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA