Sala da Mulher é parceira de Igreja na realização de oficina de armazenamento

08999113e85f3f7ba96066a6d709fab2A Sala da Mulher da Assembleia Legislativa foi parceira de A Igreja Sud (Santos dos Últimos Dias) na realização de oficinas de armazenamento.

Em diversas oficinas, mulheres membros e não membros da Capela da Igreja Sud localizada no bairro Industriário em Cuiabá tiveram aulas e aprenderam a armazenar grãos (arroz e feijão). Para isso, foi utilizada  uma técnica que conserva os alimentos por até cinco anos. Parte dos alimentos foi doada pela Sala, através da presidente de honra Sônia Meira Botelho.

A atividade na tarde de sábado (28), antecedeu à entrega do prêmio Valores Familiares que a igreja concede para não-membros, que desenvolvem ações com o objetivo de promover a paz social e o fortalecimento dos valores familiares.  “É uma nova parceria e desta vez com uma igreja que ensina a armazenar alimentos, isso é bom para as mulheres e para toda família” disse a coordenadora da Sala da Mulher Daniella Paula de Oliveira.

“Essa armazenagem é importante para que as famílias possam guardar alimentos em momentos em que tenham em boa quantidade para utilizar nos momentos mais difíceis”, disse a professora voluntária, Edineide Torrilhas. Ela explicou que o armazenamento é feito em garrafas pets.

“Primeiro  as garrafas são higienizadas, depois de ficarem bem seca começamos colocando dois dentes de alho no fundo da garrafa e vamos colocando grãos, sendo que a cada espaço de dois dedos de arroz ou feijão por exemplo, colocamos mais dois dentes de alho, até o final quando colocamos um dente de alho no gargalo e lavramos com fitas adesivas”, explicou ela.

Além de arroz e feijão, a técnica também ensina a armazenar farinha de trigo, macarrão, milho seco, milho verde, tomates e outras hortaliças e frutas. De acordo com o presidente da Estaca Cuiabá da Igreja, Francis Silva através do projeto mãos que ajudam e da Diretoria de Assuntos Públicos, a igreja dispõe de voluntários para ensinar a técnica nas comunidades e associações de moradores e outras instituições que tenham interesse. O telefone para contato é o 9.9617 9361 com a diretora de Assuntos Públicos Maria Tezolin.

Além da oficina de armazenamento, que foi a capela no sábado, tive a oportunidade de conhecer a oficina de genealogia, por exemplo, que  orientou aos visitantes a fazerem a árvore genealógica de sua família. Para a eficácia do trabalho de genealogia a Igreja SUD mantém convênios com cartórios em várias partes do mundo e o visitante iniciou seu trabalho de composição da árvore familiar no sábado e agora poderá prosseguir de qualquer lugar que tenha acesso a internet.

Em outro espaço, no mesmo horário, teve uma oficina de autossuficiência, um programa da igreja que dá orientações para quem queira entrar no mercado profissional, seja como trabalhador, seja como autônomo. “Nesta oficina ajudamos a montar currículos profissionais e demos dicas de como se comportarem em entrevistas de emprego, além de orientações sobre mercado”, informou o palestrante, o especialista em RH, Reinaldo Moreira.

A Atividade do sábado (28), das 16 às 19 horas, antecedeu a entrega do Prêmio valores Familiares 2017, realiazado às 20 horas, quando em todo o Brasil, diversas pessoas e entidades foram homenageadas. O presidente Giovani Carvalho (Estaca Cuiabá Industriário), disse que a ideia dessa iniciativa e por meio deste reconhecimento público, agradecer os esforços, atitudes e ações que diversos grupos da sociedade ou indivíduos tem realizado com muita dedicação ao longo de vários anos na maioria dos casos.

Em Mato Grosso, neste ano de 2017, receberão o prêmio o Juiz Mário Roberto Kono, a jornalista Luzimar Colares, a Associação Comunitária de Desenvolvimento Artísitico, Cultural, Informativo e Social da Comunidade do Quilombo de Mata Cavalo e a Irmandade de Al-Anon para Familiares e Amigos de Alcoólicos.

Fonte: AL MT

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA