Homem acusado de matar travesti é preso em Rondonópolis

untitledValdinei Souza da Silva, 24 anos, conhecido por “Vavá”, é acusado de matar Jean Henrique Dias, 30 anos, que usava o nome social de “Tabata Brandão”. O crime ocorreu no dia  25 de junho no bairro Belo Horizonte. Segundo informações, no dia dos fatos a vítima foi abordada por um motociclista que fez vários disparos em sua direção. O corpo foi encontrado na Rua 19 de Novembro, fundos de uma empresa de sementes.

O suspeito de assassinar uma travesti em Rondonópolis (212 km ao Sul) foi preso em cumprimento de mandado de prisão temporária (30), efetuado durante ação integrada da Polícia Judiciária Civil, Polícia Federal e Rodoviária Federal, na manhã desta segunda-feira (25.09).

Nas investigações, a Polícia Civil contou com apoio de testemunhas e representantes dos Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT’s).

O delegado Thiago Damasceno informou que durante a investigação ficou constatado motivação homofobia, em razão da orientação sexual da vítima. “Naquele dia o suspeito passou pelo local e brincou com as travestis. A Tabata teria revidado as agressões verbais. Ele voltou em casa e retornou com a arma de fogo”, disse.

O suspeito foi localizado em sua residência, um barraco de madeira no bairro Pedra 90. No local, cães da Polícia Federal ajudaram nas buscas por drogas e armas. Ele está indiciado por homicídio qualificado, motivo fútil  que impossibilitou defesa da vítima.

Após interrogatório será encaminhado a unidade prisional de Rondonópolis.

Fonte: PJC MT

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA