Prefeito discute parceira com instituições para melhorias do paisagismo da cidade

Foto: Roger Andrade
Foto: Roger Andrade

Em reunião na manhã desta quarta-feira (27) o prefeito Percival Muniz esteve reunido com representantes da Faculdade Anhanguera e União Rondonopolitana de Associações de Moradores de Bairro – Uramb, com intuito de debater melhorias no visual da cidade de Rondonópolis e futuramente formar uma parceria entre as instituições.

De acordo com o prefeito, o encontro foi excelente e acredita que os desdobramentos da reunião serão produtivos. “Apresentamos a eles o nosso projeto do parque da Seriema, uma área de aproximadamente 250 hectares localizado na Vila Goulart, que sempre é muito elogiado a quem é mostrado, pois proporcionará uma melhora significativa no visual da cidade, oferecendo também lazer e qualidade de vida ao cidadão.

Já marcamos uma data com os representantes das instituições para irmos até o local, para que eles possam conferir de perto a grandiosidade desse projeto”, disse.

A proposta apresentada no encontro almeja elaborar projetos paisagísticos e sua implantação em praças, canteiros, escolas e creches municipais, sob orientação dos acadêmicos da faculdade, sobretudo do curso de agronomia, orientados pelos professores das disciplinas de floricultura e paisagismo, fertilidade de solos e nutrição mineral de planta, entomologia e fitopatologia.

Ainda na proposta, seria implementado na sede da Uramb, a infraestrutura necessária para a execução do projeto, composto de estufa, canteiros e sistema de irrigação. Nesse local, os acadêmicos produziriam espécies vegetais arbóreas e arbustivas que serão utilizadas nos projetos de revitalização.

No projeto, a Prefeitura de Rondonópolis ficaria responsável por implementar um poço no local do viveiro, disponibilizar equipe, transporte e equipamentos necessários à revitalização da área. Preparar o local para implementação de cada projeto (limpeza da área e topografia) e custear os insumos necessários, como fertilizantes, defensivos, sementes, placas de grama e material orgânico.

A ideia das instituições é que no primeiro ano de projeto sejam revitalizados dez localidades (praças ou canteiros) em diferentes bairros. A sede da Uramb e a fachada da Faculdade Anhanguera.

 

Gabriel Fagundes/Gabinete de Comunicação Social 

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA